Envolvimento Cosmoético Interassistencial na Superação do Trinômio Exigência-Indiferença-Permissividade

  • Karine Brito

Resumo

Este trabalho objetiva descrever o processo autoconsciencioterápico de autossuperação do trinômio exigência-indiferença-permissividade, cujo sinergismo nosográfico sustenta o envolvimento anticosmoético egoico. Foram utilizadas técnicas ao longo do ciclo autoconsciencioterápico, cujos efeitos conscienciais levaram à identificação de 3 holopensenes pessoais característicos: a ingratidão, o indiferentismo e o acumpliciamento. O autodiagnóstico englobou a sistematização parafisiopatológica do pertúrbio afetivo em questão em 3 modus operandi, a saber: (1) modo exigente ou escravagista; (2) modo de segurança ou protegido; e (3) modo compreensiva ou permissiva. A paraterapêutica autoadministrada como remédio foi a vivência da gratidão, da interassistência e da autocosmoética, buscando alcançar neopatamar homeostático na construção de relações interconscienciais pautadas no envolvimento cosmoético interassistencial com base em 2 trinômios cosmoéticos: engajamento-envolvimento-entrega e concessão-limite-renúncia.


 


 
 
 

##submission.authorBiography##

Karine Brito

Consciencioterapeuta, psicóloga, professora, doutora em Psicologia Clínica e mestre em Psicologia
Social, voluntária da Organização Internacional de Consciencioterapia (OIC)

   
Publicado
2020-05-27
Como Citar
BRITO, Karine. Envolvimento Cosmoético Interassistencial na Superação do Trinômio Exigência-Indiferença-Permissividade. Revista Conscientiotherapia, [S.l.], p. 69-86, maio 2020. Disponível em: <http://conscientiotherapia.org.br/index.php?journal=revista&page=article&op=view&path%5B%5D=143>. Acesso em: 29 nov. 2021.