Seriedade na Desconstrução de Barreiras Antievolutivas Autoimpostas

  • Lúcia Jaqueline Vilela

Resumo

O artigo descreve conjunto de trafares e patopensenes funcionando como barreiras antievolutivas, mantidas e retroalimentadas por décadas na vida intrafísica. Relata o processo consciencioterápico empreendido para a compreensão e desmonte do mecanismo de sobrevivência em subnível. Exemplifica conjunto de técnicas autoconsciencioterápicas aplicadas para o autoenfrentamento e superação das condutas patológicas. Descreve como se deu a mudança, passando de padrão característico de autoassédio, dispersão e escondimento para uma postura mais madura, de assunção de trafores e da capacidade assistencial, desconstruindo dessa maneira as barreiras autoimpostas.


 


 
 

##submission.authorBiography##

Lúcia Jaqueline Vilela

Consciencioterapeuta, psicóloga, pedagoga, graduanda em Letras, pós-graduação em Design Instrucional,
voluntária da Organização Internacional de Consciencioterapia (OIC)

   
Publicado
2020-05-27
Como Citar
VILELA, Lúcia Jaqueline. Seriedade na Desconstrução de Barreiras Antievolutivas Autoimpostas. Revista Conscientiotherapia, [S.l.], p. 99-115, maio 2020. Disponível em: <http://conscientiotherapia.org.br/index.php?journal=revista&page=article&op=view&path%5B%5D=144>. Acesso em: 29 nov. 2021.