Sustentabilidade Íntima no Holopensene Português: Projeto OIC Lisboa

  • Luísa Consciência
  • Tatiana Consciência

Resumo

O Projeto OIC Lisboa surgiu com o propósito de tornar acessível a especialidade Consciencioterapeuticologia a outras áreas geográficas do Planeta. O presente
artigo tem como objetivo identificar os elementos de sustentabilidade íntima para o Projeto OIC Lisboa, como processo de interaprendizagem. Na apresentação constam os depoimentos das autoras e o contexto onde surgiu a ideia. Posteriormente, são descritas as atividades desenvolvidas nos primeiros seis meses de voluntariado, os parabastidores percebidos e a análise dos fatores facilitadores. Segue-se a reflexão autoconsciencioterápica do polinômio autoinsegurança-acídia-autocorrupção-autovitimização. Na discussão são apresentados os elementos de sustentabilidade íntima identificados: o comprometimento; a coerência; a afinidade com a especialidade Consciencioterapeuticologia; o engajamento com o grupo evolutivo de trabalho; o voluntariado com o objetivo universalista. O artigo é concluído sobressaindo a relação entre a autoconsciencioterapia continuada e os elementos de sustentabilidade para o Projeto OIC Lisboa.

Publicado
2022-01-26
Como Citar
CONSCIÊNCIA, Luísa; CONSCIÊNCIA, Tatiana. Sustentabilidade Íntima no Holopensene Português: Projeto OIC Lisboa. Revista Conscientiotherapia, [S.l.], v. 9, n. 10, p. 103-115, jan. 2022. Disponível em: <http://conscientiotherapia.org.br/index.php?journal=revista&page=article&op=view&path%5B%5D=178>. Acesso em: 13 abr. 2024.
Seção
Autoconsciencioterapia