Abordagem da Autoafetividade através da Autoconsciencioterapia:

Estudo de Caso de Jactância

  • Allan Gurgel

Resumo

O objetivo deste trabalho é o relato de caso de autoconsciencioterapia da autoafetividade deslocada, expressa no comportamento da jactância. O artigo define a jactância e o modo pelo qual se revela no labcon do autor, entendendo-se como uma das formas de manifestação dentro do traço do narcisismo. Expõe o mecanismo de funcionamento identificado e as técnicas consciencioterápicas utilizadas para percebê-lo, identificá-lo e enfrentá-lo, tendo como premissa o Paradigma Consciencial. Conclui que a jactância é um trafar complexo, resultado de um conjunto de outros traços e manifestações, refletindo o desconhecimento da consciência multimoda quanto ao seu autovalor ínsito, ao se embevecer e comprazer nas energias desqualificadas, perdendo o contato com a realidade dos contextos.

Publicado
2017-12-20
Como Citar
GURGEL, Allan. Abordagem da Autoafetividade através da Autoconsciencioterapia:. Revista Conscientiotherapia, [S.l.], n. 5, p. 5-15, dez. 2017. Disponível em: <http://conscientiotherapia.org.br/index.php?journal=revista&page=article&op=view&path%5B%5D=73>. Acesso em: 17 ago. 2022.
Seção
Autoconsciencioterapia